[one_half]

Capítulo 15

O Espírito Santo sempre acompanhou, acompanha e acompanhará todas as expressões da vida e das ações da Igreja Cristã, em toda a sua história. Sem o Espírito Santo ela já estaria falida. Nos dias finais do século XIX, o Espírito se manifestou de uma forma excepcional, dando origem ao denominado “Movimento Pentecostal”. Ele foi a resposta de Deus às orações de cristãos espiritualmente famintos, nos dias finais do século XIX. Esse mover do Espírito Santo, que deu origem e fixou no mundo o Movimento Pentecostal, tal como é conhecido hoje, ocorreu na cidade de Los Angeles, em 1906.

Em outubro de 1900 Charles Parham alugou a chamada “Mansão de Pedra”, uma residência com o estilo de um castelo inglês, para nele estabelecer a escola bíblica denominada Betel. Cerca de 40 alunos compunham o seu corpo discente. Nela nenhuma taxa era cobrada, todos viviam pela fé. A maior preocupação desse grupo era: como descobrir o poder que os capacitaria para enfrentar o novo século.

Nessa escola foi estabelecido que cada estudante oraria por três horas cada dia, em um local determinado. Alguns alunos passavam noites inteiras em oração. No primeiro dia de janeiro de 1901, uma moça de 18 anos, Agnes N. Ozman testemunhou que naquela noite ela clamava pela unção do Espírito Santo e, em um dado momento, pediu que alguém impusesse as mãos sobre ela, para receber o dom do Espírito. Ao ser batizada no Espírito ela começou a falar em línguas, glorificando a Deus. O Sr. Parham testemunhou: “Impus minhas mãos sobre ela e orei. Mal pronunciei três dúzias de frases, quando uma glória caiu sobre ela; uma auréola envolveu a sua cabeça, e ela começou a falar em língua chinesa”. Por três dias ela ficou impossibilitada de falar o inglês.

Na segunda noite essa mesma moça orou na língua boêmia, confirmada por um rapaz tcheco ali presente. As aulas foram suspensas e por três dias todos entraram em uma vigília contínua. Logo Charles Parham e a maioria dos estudantes tiveram a experiência desse mesmo batismo.

Em 1905 Parham transferiu a sua residência para a cidade de Houston, Texas, onde formou outra escola bíblica. Um dos alunos foi William J. Seymor, de cor negra, cego de um olho e muito humilde. Ele se tornou um excelente pregador sobre o Espírito Santo, mesmo antes de ter recebido o batismo no Espírito. Ele foi a Los Angeles para pregar a uma congregação de negros, da igreja Holiness, convidado por uma pastora que o ouviu uma das suas mensagens, no Texas. Seu primeiro sermão em Los Angeles foi baseado em Atos 2.4. A pastora ficou indignada, pois não apreciou o seu sermão. Na segunda noite ele encontrou a porta do templo fechada por ordem da pastora. Seymor, com sete pessoas, buscou um grupo de irmãos que oravam em uma casa.

Ali, ele foi o instrumento que Deus usou para começar um dos mais importantes avivamentos da história da Igreja Cristã. Naquela noite de 1906 todos foram batizados no Espírito e falaram em línguas. O orar foi tão alto que uma multidão se reuniu curiosa. Logo inúmeras pessoas brancas estavam reunidas aos negros, cheias do Espírito, louvando a Deus. Nessa noite, ali foi quebrada a segregação racial, tão forte no sul dos Estados Unidos naqueles dias.


Tags:

[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284