[one_half]

Guiné Bissau: aprendendo com os simples!

Por André Reis

Quando ouvimos falar de “Guiné Bissau”, o que nos vem à mente? Para a maioria de nós, sequer teríamos idéia do que se passa nesse país. Dentre todos os países do nosso planeta, a República da Guiné Bissau encontra-se entre os piores em termos de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), educação, infraestrutura e vários outros aspectos socioeconômicos. Os jovens do país, ao procurarem por um emprego que lhes sustente, raramente têm perspectivas de crescimento, pois ganham somente o suficiente para sobreviver. Marcas da guerra pela independência de Portugal e das outras guerras civis ainda são notórias na pequena nação tropical.

Até aí, a impressão que podemos ter desse país do extremo oeste da África é a de catástrofe e desesperança. No entanto, ao observarmos a situação espiritual do povo guinense, notamos algo positivo: esse povo extremamente receptivo tem se aberto ao evangelho de uma maneira muito mais intensa e, por vezes, verdadeira e sincera do que os  ocidentais que se denominam autossuficientes e possuidores da verdade. Embora de maioria animista e mulçumana, podemos ver que muitos guinenses têm entregado suas vidas a Jesus e O recebido como Senhor e Salvador de suas vidas.

Ainda que enxerguemos a pobreza e os demais problemas de Guiné Bissau apenas como fatores “complicadores”, creio que têm servido para aumentar a fé dos crentes locais. Pessoas que não têm muitos recursos são beneficiadas por terem a oportunidade de DEPENDER de Deus de uma maneira mais concreta que os financeiramente estáveis. Um povo que aceita Cristo mesmo tendo o risco de perder amigos, casa ou família APRENDE a amar a Jesus de todo o seu coração. Gente que não tem um futuro VÊ com mais clareza que Ele é a nossa única esperança.

Lembro-me de um dos discípulos da Igreja em Iemberém, onde a família de Jorge e Vera Feistler servem ao Senhor na missão, o qual aprendia lições do Pai Celestial simplesmente observando a natureza. Esse discípulo tem aprendido com Deus a viver uma vida de santificação ao Senhor, sendo um evangelista cheio de graça. Outra senhora idosa, com deficiência auditiva devido à idade, caminha quilômetros todas as semanas para participar dos cultos. Essa mulher, tendo decidido por Cristo independentemente do que os seus familiares iriam pensar, tornando-se amiga do Criador e demonstrando uma sincera entrega a Ele. E ainda há muitos outros testemunhos lindos da manifestação de Deus para aqueles africanos.Creio que a Igreja na Guiné Bissau ainda pode receber muito em termos de ensino da Igreja no Brasil. No entanto, nós também podemos ser presenteados com os dons e as experiência que o Senhor tem dado aos africanos.

Há uma versão da Bíblia que diz: “Bem aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino do Céus”. Sim, podemos aprender muito mais com os analfabetos e miseráveis desse mundo do que com os grandes filósofos e teólogos da atualidade, com os que têm “fome e sede de justiça” do que com os que se saciam com bens materiais. Sim, o Evangelho é para os simples e para os humildes de espírito. Que nós, ocidentais, possamos aprender com eles.

andre_reis_9@hotmail.com


Tags: , , , ,

[/one_half]

Confira Também

Agenda 2016

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284