[one_half]

RELATO DE VIAGEM MISSIONÁRIA: IEMBERÉM

* Por Nilson Ferreira

Jemberem – Relato

Nosso vôo de Lisboa para Guiné-Bissau decolou as 22:00 hs, e chegamos em Bissau, capital do país, as 02:00 hs da manha.

Ali estavam Jorge e seu filho Tiago nos esperando! Com eles estavam o Pr. Tchênda e Lima, vindos de Bafatá, ao nodeste de Bissau, o primeiro lugar em Guiné onde Jorge e família moraram e onde aprenderam o idioma crioulo.

Eles nos acompanhariam até Jemberem (como se escreve por aqui), que é mais para o Sul de Bissau, para participarem da reunião no domingo quando os cinco irmãos receberiam a imposição de mãos.

Somente após 1 hora e 45 minutos de espera no aeroporto é que nossas malas, as primeiras na esteira, foram entregues.

As 04:00 hs, temperatura de 27°C, saímos de Bissau em direção à Jemberem…. 282 km para o Sul, sendo 200 km de asfalto, e 82 km de chão com muitos trechos difíceis de passar.

Durante aquela noite passaram por nós muitos caminhões carregados de castanha de cajú. Guiné recebeu o cajú do Brasil, e hoje existem milhões de cajueiros plantados, que são uma importantíssima fonte de alimento e subsistencia para os guineenses!

Na misericórdia de Deus tivemos só um pneu furado, quando finalmente chegamos na Sede da missão, as 09:30, 5 horas e meia depois!!

Fomos recebidos com muita alegria e muitos abraços pela família do Jorge; a Verinha, Sara e Joshua, e por todos os amados irmãos e irmãs que vivem na missão em Jemberem!

Tomamos um abençoado café, pão caseiro, muita comunhão e alegria, e depois fomos descansar um pouco, após a noite de viagem sem poder dormir.

Como é linda a natureza ao redor, especialmente nesta época das chuvas… lembra um pouco algumas partes das matas mineiras, porém com toda a peculiaridade africana!

Hoje pouco resta da mata nativa original. Pois aqui, como eles mesmos chamam, é praticada a “agricultura itinerante”; e assim, por causa da fome e da falta total de recursos, queimam toda uma area para plantar; depois queimam outra nova área para plantar… e assim, plantação após plantação, por falta de uma orientação sobre plantio, acabam por trazer também a destruição de suas próprias terras, que são os seus próprios recursos naturais para sobrevivência!!

Mais a noite nos reunimos com os irmãos que estariam sendo abençoados e ungidos como presbíteros e diáconos na manhã seguinte.

Nosso querido Jorge nos apresentou os queridos:

 

Presbíteros e diáconos constituídos.

- Maio Cabi (25a) e

- Bidessan Nabitantche (24a),

chamados para servirem como diáconos, e,

- Albino Nanfar (34a)

- Mama Saliu Camara (27a)

- Ocante Ie (38a),

chamados para servirem como presbíteros!

Estavam já bem fundamentados pelo Jorge nas palavras de Paulo, escritas para Timóteo, na primeira carta, capítulo 3.

Ali reunidos os encorajamos e lhes lembramos as palavras de Jesus sobre sermos um líder como Ele foi. Lemos Mat. 20: 20-28…

“quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva;

e quem quiser ser o primeiro entre vós será vosso servo;

tal como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.”

Marco Reis denotou sobre a vida de Estevão, (Atos 6) um diácono cheio de fé e do Espírito Santo, cheio de graça e de

Jorge e Marco ministrando à Igreja.

poder!

Ismael lembrou-lhes a palavra de Paulo em Atos 20 sobre a responsabilidade e o chamado para pastorear o rebanho de Deus…
“Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue.”

No domingo, às 09:30,  estávamos todos juntos no salão no meio da missão para a grande celebração!

Para nós, foi uma grande alegria vermos o precioso resultado do penoso trabaho do nosso amado Senhor Jesus Cristo, através dos queridos Jorge e Vera e os filhos, bem como de toda esta fantástica equipe “afim de proclamar”! Éramos ali reunidos cerca de 60 irmãos adultos, além de 20 crianças!

Ceia do Senhor Jesus.

Aleluia!

Foi uma grande honra, podermos ser testemunhas oculares de mais um lindo trecho do capítulo 2012, versículo 6, do interminável livro dos Atos do Espírito Santo….

Jesus!!
Qual será o valor de cada uma dessas vidas? …agora salvas e redimidas pelo sangue de Jesus?

“Ermons” (como se diz ‘irmãos’ em crioulo), ficamos como quem sonha estando dentro de uma tão linda e alegre reunião, com louvores cantados em crioulo, balanta, fula e também em português! Uma igreja que desde o seu início já é essencialmente missionária, …” de todas as raças, tribos, línguas, povos e nações…!”

Aleluia!

 

Refeição do almoço.

Após a reunião almoçamos todos juntos, onde foi preparado um prato tradicional daqui, o Caldo de Cheben (arroz cozido com algum tipo de carne, ou sem carne), no molho de dendê fresco recém batido no pilão. Reunidos em grupos, com 6 ou 7 pessoas, comíamos juntos ao redor de uma mesma bacia de comida, cada um com sua colher!

A comida estava Saborosíssima!!!

No final da tarde fizemos uma caminhada mata a dentro junto com Albino e Mama Saliu. Muitas conversas, compartilhar da fé, histórias da vida deles, e, certamente, boa comunhão. Enquanto andávamos e conversávamos colhíamos e saboreávamos alguns cajus encontrados no caminho!

Na manhã seguinte, às 07:30, nos juntamos com todos os irmãos para participarmos no encontro de oração diário que eles fazem, e Ismael compartilhou com eles o seu testemunho pessoal de quando Deus salvou sua vida na queda do avião!

Após este encontro tivemos um momento somente com os 5 irmãos ungidos no dia anterior e os encorajamos a ver que

Centro de Jemberem

eles deveriam aprender a caminhar juntos como pastores do rebanho. E assim estarem juntos um dia por semana para orarem pelo rebanho, para também atenderem por eles mesmos, e para juntos buscarem a direção de Deus para a igreja. Cooperando com Deus em perfeita unidade entre eles mesmos, entendendo e vivendo a preciosidade de serem uma liderança plural.

Descansamos um pouco e fomos até a beira da água. É uma entrada do mar, estuário do rio Meldabom, que fica a cerca de 6 km da Missão, lugar onde são feitos os batismos! Foi fantástico ver uma maré subir tão rápido! Perceptível visualmente, com a natural exuberância de uma natureza ainda viva que nos cercava!!

Na volta tivemos um tempo para compartilhar com alguns dos novos lideres, especialmente o Ocante, que coopera na música, sobre o que diz a palavra do Senhor sobre sermos verdadeiros adoradores, que adoram o Pai em espirito e em verdade!

Jorge e Ismael ministrando à Igreja.

Depois preparamos todos juntos um grande churrasco!! Carne de terneiro e carneiro. Muita alegria e comunhão!

Queridos irmãos, somos testemunhas do quão precioso e maravilhoso foi ver o Espírito Santo separando lideres locais para dar continuidade a Sua obra em Jemberem. Jovens lideres com a marca de servos!

E, como quase todos que ali estão, estes também são privados do convívio de suas famílias por causa de sua decisão de receber e de seguir a Jesus!

Durante 7 anos em Jemberem todo o trabalho foi de muito suor, lágrimas, alegrias, lutas e vitórias, muito investimento em serviços sociais (Posto de Saúde, Escola, ensinamento prático sobre o plantio, criação de animais, mecânica, e serviços gerais), e muito evangelism. Tudo isso sendo feito com muito amor e dedicação, pelo Jorge e Vera com seus filhos, e toda a equipe “afim de proclamar”, num caráter essencialmente missionário!

Hoje, todo o árduo trabalho dos irmãos que ali servem ao Senhor resultou na formação de uma igreja local, com seus próprios lideres estabelecidos pelo Espírito Santo!

Aleluia!

Assim, após ver essa primeira fase concluída, cremos que o Senhor está nos levando adiante para vermos num futuro bem próximo novas igrejas sendo plantadas e edificadas pelo Senhor Jesus. Jorge e Vera continuarão cuidando e dando assistência em amor a Jemberem.

Entretanto, eles tem uma direção do Espírito de irem em frente!

Igreja reunida.

Pois eles tem firme em seus corações que, há ainda muitas aldeias para serem atingidas e receberem a Jesus como Senhor e Salvador!

Há 7 anos atrás, foi esse mesmo que desejo que levou Jorge a convidar Siegfried Zilz a conhecer Jemberem.

Naquele tempo, os dois juntos, sem carro próprio e com muitos obstáculos, visitaram Jemberem, onde não havia ainda nenhuma pessoa salva! Hoje, Deus levantou ali uma igreja linda e cheia da vida de Jesus!

Continuemos orando pela igreja em Jemberem!

E também pelo novo desafio que temos pela frente, juntos com Jorge e Vera, que é a aldeia de Guiledge.

Em breve, dizemos isto pela fé, estaremos testemunhando de novo das maravilhas que Deus fêz em Guiledge, amém??

Jesus é, certamente, a única resposta!

 

Igreja reunida.

Queridos irmãos, cada um de nós que somos parte da igreja do Senhor Jesus Cristo aqui no Brasil, lembremos sempre que os nossos amados Jorge e Vera e todos os queridos em Jemberem, ainda precisam muito das nossas orações, do nosso cuidado, e de permanecermos fiéis na continuidade da nossa cooperação em amor!

Estamos celebrando a vitória do Senhor em nesta etapa tão linda e preciosaa!

Mas, a honra de cooperarmos com o nosso amado Jesus continua…

Como disse nosso amado Jesus:

“Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros”.

Permaneçamos firmes neste amor que dá a vida em favor de muitos, porque …

Vós (nós), porém, sois (somos) raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes (proclamarmos) as virtudes daquele que vos (nos) chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.”

 Em Jesus,

Jemberem, Guiné-Bissau, Junho de 2012

 


Tags: , , , , , , , , ,

[/one_half]

Confira Também

Agenda 2016

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284