[one_half]

O ministério do corpo de Cristo

Nestes dias o Senhor tem dado revelação do ministério do corpo de Cristo, o serviço dos santos. Muitas coisas ele tem restaurado na vida da igreja e sua liderança.

Em 1979 quando estava começando o pastoreio numa igreja do interior do Rio Grande do Sul, desejoso de estar fazendo somente a vontade do Senhor, ele começou a me revelar o tipo de igreja e do ministério que estava no seu propósito. Dedicava-me um bom tempo à oração e estudo da Palavra, leitura de livros e artigos de irmãos que o Senhor estava usando na restauração da igreja. Ele abriu os olhos do meu coração para enxergar suas verdades, a estrutura da igreja do Novo Testamento, a liderança de ministério plural. Nesta ocasião, o Senhor orientou-me a morar em Porto Alegre, fazer parte da sua igreja, e, com o tempo, ingressar naquele presbitério.

Mesmo que o Senhor tenha operado de muitas maneiras na vida da igreja e sua liderança, contudo ele tem um especial carinho pela restauração do serviço dos santos, de cada membro do corpo de Cristo, de cada discípulo.

Apesar de séculos atrás Deus ter usado Lutero para restaurar o sacerdócio de todos os santos; apesar da história da igreja muitas vezes mencionar homens trazendo esta verdade; apesar de nos anos de 1960 ter ocorrido um reavivamento desta natureza que tem se estendido até aos nossos dias, ainda assim não temos sua plena realização.

Perguntamos: onde está o ministério indispensável de cada discípulo no corpo de Cristo? Por que só alguns trabalham e uma boa parte da igreja só assiste? Podemos responder que o problema básico está na estrutura da igreja.

A base da estrutura de ministério tradicional não coopera para a projeção do ministério do corpo de Cristo. Pois é preciso reavaliar nossos conceitos atuais.

Duas gravuras podem nos ajudar a entender o que queremos dizer até aqui. Numa delas temos uma carroça subindo uma grande lomba, os irmãos sentados nela, e o pastor atrás a empurrando. Noutra, temos a mesma carroça subindo a lomba, porém o pastor dentro da carroça, direcionando-a, e os irmãos, atrás, empurrando-a. Com esta gravura, podemos ilustrar o ministério tradicional e o ministério do Novo Testamento. No primeiro quadro, aparece só o pastor trabalhando e os irmãos sentados, assistindo, deixando de fazer qualquer obra. É o ministério tradicional. No segundo quadro, aparecem os irmãos trabalhando e o pastor direcionando a obra. É o que se assemelha ao ministério do Novo Testamento.

Em qual situação o irmão se encontra? Dentro ou fora da carroça? Muitos estão fora da carroça. Só eles fazem a obra, correm, pregam, ensinam, batizam, etc.; os demais irmãos tornam-se meros espectadores. Não sei até por quanto tempo um irmão nesta situação agüenta o pique; e, pior, que resultado colherá nesta obra?

Texto do livro “O SERVIÇO DOS SANTOS”, de João Nelson Otto


[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284