[one_half]

PEQUENO DICIONÁRIO DO HUMOR INFANTIL

Criança tem cada uma…

AMAR – “É pensar no outro mesmo quando a gente nem tá pensando”.

ABSTRATO – “Sim, eu sei o que é abstrato. Esta sopa, por exemplo, leva abstrato de tomate”.

BOCA – “É a garagem da língua”.

CABELO – “É uma coisa que serve pra gente não ficar careca”.

CALCANHAR – “É o queixo do pé”.

COBRA – “É um bicho que só tem rabo”.

CHOCOLATE – “É uma coisa que a gente nunca oferece aos amigos porque eles sempre aceitam”.

DIA – “Hoje é amanhã de ontem”.

ESPERANÇA – “É um pedaço da gente que sabe que vai dar certo”.

FÉ – “É uma meninInha, na praia, esvaziando o mar com um baldezinho de plástico furado”.

GÊMEAS – “São duas meninas com cara repetida”.

ILHA – “É um morro que caiu dentro do mar”

JARDIM ZOOLÓGICO – “O bicho que eu mais gostei no jardim zoológico foi o carrinho de sorvete”.

LÓGICA – “Uma nota de dez rasgada no meio não dá duas de cinco, dá?”

MÃE – “Quando você era menina, quem era a minha mãe?”

MENTIRA – Ouve-se o estraçalhar de um vidro no banheiro e o menino grita: “É mentira do barulho”.

NAMORADO – “É uma pessoa que tem medo do claro”.

NEVOEIRO – “É a poeira do frio”.

NOITE – “É o dia com a luz apagada”.

PACIÊNCIA – “É uma coisa que a mamãe perde sempre”.

REDE – “É uma porção de buracos amarrados com barbante”.

REFLEXO – “É quando a água do lago se veste de árvores”.

RELÂMPAGO – “É um barulho rabiscando o céu”.

SAUDADE – “É quando uma pessoa que devia estar perto está longe”.

SONO – “É saudade de dormir”.

SOL – “Eu não errei na prova. Só disse que o sol nasce no nascente e dorme no dormente”.

TRISTEZA – “É uma criança com gesso no pé, sem assinatura”.

VOCAÇÃO – “É a voz do papai”.

W – “São dois vês que nasceram gêmeos”.

Y – “É uma letra parecida com estilingue”.


[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284