[one_half]

Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina

Esta advertência do amado Paulo, apóstolo abençoado do Senhor, deve estar ressoando em nossos ouvidos constantemente. Devemos cuidar bem cada um de si mesmo e da preciosa doutrina que o Senhor nos deixou.

Afinal, as duas são inseparáveis porque, cuidando da doutrina, eu estou cuidando de mim mesmo e ela cuidando de mim.

Tentando definir doutrina biblicamente, podemos afirmar que a boa doutrina são os próprios ensinamentos básicos do Senhor Jesus, encontrados nos quatro evangelhos. É como se a boa doutrina fosse o estilo de vida do próprio Jesus. Sem dúvida, o trecho que melhor sintetiza o maravilhoso ensino de Jesus está nos capítulos 5, 6 e 7 de Mateus. É ali, no fim deste longo discurso que nosso Mestre contou a profunda e, ao mesmo tempo, singela história da casa sobre a areia e da casa sobre a rocha. Estar bem fundamentado na rocha é estar guardando e praticando a sã doutrina de Jesus Cristo.

É dito da primeira comunidade cristã que “perseverava na doutrina dos apóstolos” (Atos 2.42). O que os apóstolos nos deixaram em suas epístolas, especialmente os amados Paulo, João e Pedro, é aquilo mesmo que Jesus ensinou, acrescido de preciosos conselhos e admoestações. No seu conjunto, tudo inclui o que costumamos dizer que é a palavra inspirada de nosso Deus, pois, como diz em 2 Pedro: “…homens santos falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo”, e “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino” (2 Timóteo 3.16).

Paulo pode elogiar Timóteo porque ele estava seguindo esta boa doutrina. Já havia, na igreja do primeiro século, falsos mestres ensinando doutrinas estranhas e contrárias à Palavra. Eram os que “tinham forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder” (2 Tm 3.5). Por isto as sérias admoestações do apóstolo: “…não ensinem outra doutrina”; “…tudo o que se opõe à sã doutrina”; “para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados”; “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina” (1 Tm 1.3, 10, 6.1 e 4.15).

Podemos dizer que a boa e sã doutrina de Jesus é a nossa própria vida, nosso alimento diário, pois, como Ele disse: “as minhas palavras são espírito e são vida” (João 6.63) e, mais tarde, o anjo falou para Paulo: “…dizei ao povo todas as palavras desta Vida” (Atos 5.20).

Diante de tudo já exposto, quero encerrar com esta admoestação de Hebreus 2.1:

“Por esta razão, importa que nos apeguemos com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos”.

Assim seja, amém!

Telmo Weber


[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284