[one_half]

Turquia – Terra de desafios

Por Telmo Paulo Weber

Éfeso, Sardes, Tiatira, Filadélfia, Laodicéia, Pérgamo, Esmirna. Você sabia que estas sete igrejas mencionadas em Apocalipse 1 a 3 eram todas partes da antiga Turquia? E que a cidade em que o apóstolo Paulo nasceu, Tarso, também faz parte do território turco?

Grande oportunidade teve o que escreve estas linhas,  junto com o companheiro Asaph Borba,  de conhecer este lindo país e participar de um Congresso de Adoradores na cidade de  Antalya, junto ao mar Mediterrâneo. Nesta cidade Paulo esteve e do seu porto partiu para Antioquia depois de ter evangelizado Perge (estes relatos se encontram em Atos 13.13 e 14.25). Digo que foi uma experiência marcante ter tido o privilégio de percorrer algumas destas cidades onde Paulo andou. Para duas destas igrejas ele escreveu cartas: aos efésios e aos laodicenses e o “discípulo amado”, João, escreveu para todas as sete supracitadas. A história registra que ele e a mãe de Jesus faleceram na cidade de Éfeso.

Fomos à Turquia para participar deste importante congresso  junto com  irmãos de vários países que se destacam na música e canto, além de outros que simplesmente gostam de cantar e adorar.  Afinal, está escrito que o nosso Pai procura, em toda a parte, adoradores que o adorem em Espírito e verdade (João 4.23).

No encontro havia cerca de 180 pessoas, a maioria procedente de várias cidades da Turquia, além de irmãos do Brasil, Estados Unidos, Noruega, Macedônia e Jordânia. Como o assunto principal do encontro era a adoração, música e louvor, as palestras giravam em torno deste tema. Mike Herron, de Portland, falou sobre “terremoto de louvor”, pois na Bíblia há alguns cataclismas associados ao louvor do povo de Deus. Falou também sobre a promessa de Deus de reedificar o “tabernáculo caído de Davi”, pois o período de louvor no tempo de Davi havia atingido seu ápice com o Asafe bíblico e sua grande equipe de músicos. Tim Smith, da mesma cidade norteamericana, ministrava sobre “adoração sem fronteiras”, ao mesmo tempo em que ensinava a cantar e tocar com “arte e com júbilo”, como está no salmo 33.3. Este irmão dirige uma escola de música que atrai adoradores de muitos países à sua cidade. Alguns pastores brasileiros também ministraram aos irmãos. Marcelo Guimarães, portoalegrense que há 11 anos vive em Londres, falou sobre nossa vida como uma doação aos outros para sermos vistos e dar alimento a todos. De todas as nações Deus está levantando um povo, como se fossem vários rios que se unem num só grande rio. Gerson Ortega, de São Paulo, falou sobre “Nosso Deus é um Artista” e salientava como Ele “desenhou” Sua glória na natureza, mas principalmente em nossas vidas. Podemos fazer diferença com a nossa arte.  Asaph Borba ministrou várias vezes, salientando a importância da verdadeira adoração (primeiro de nossas vidas). Ele traduziu  e ensinou aos irmãos turcos três cânticos de sua autoria, especialmente o que foi mais cantado neste encontro: “Eu nasci pra te adorar”. Futuramente há planos de produzir o primeiro CD em turco com suas músicas.

Ao nos despedirmos dos irmãos turcos sentimos o calor de seu amor manifestado por várias expressões de gratidão, em especial aos brasileiros, que vieram de tão longe para abençoar seu povo e encorajá-los para que não temam a perseguição e prossigam corajosamente a proclamar este evangelho do reino em sua nação. Um último pedido aos que lerem estas notas: coloquem a Turquia em suas orações para que ela volte a ser aquele país cheio de cristãos como era nos primeiros séculos. Hoje é um país totalmente islâmico e o número de cristãos não passa de quatro mil em toda a nação.

telmoweber@hotmail.com


[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284