[one_half]

SER PERFEITO

- MATEUS 5: 5.43 a 48 -

Enfatizamos o versículo 5.48, que diz:

Portanto, sede vós  perfeitos como  perfeito é o vosso Pai celeste”.

Neste versículo Jesus nos apresenta um desafio excepcionalmente forte. Ele nos quer ver como pessoas que caminham com segurança, buscando alcançar essa meta que Ele estabeleceu para  nós. Devemos ter em mente que o que Ele nos pede é compensador:  dar à nossa vida a mais elevada perfeição que ela pode atingir. Essa palavra de Jesus, à primeira vista, pode nos parecer assustadora, inatingível. Certamente, de imediato, indagaremos: Isso é possível? Após, nós passamos a fazer afirmações como essas: Impossível! Jamais poderei ser assim! Se o Pai celestial é eternamente santo, se Ele nunca deixou de ser perfeito, como eu, com minhas imperfeições, poderei ser como Ele? Saibamos que a proposição que Jesus coloca diante de nós não indaga sobre o que fizemos, ou o que nós somos. Ele simplesmente  nos pede “sede vós perfeitos” e, após, Ele nos mostra o padrão: “como o Pai celeste”.

             Jesus jamais nos pediria algo que fosse inatingível para nós. Ele não faria isso. Se quisermos, realmente, fazer o que Ele nos pede, Ele simplesmente nos dirá: “Sigam os meus passos e façam comigo a caminhada. Inicialmente ela pode parecer difícil, mas, se vocês começarem a me seguir, logo vocês perceberão que as imperfeição vão ficando, uma a uma, para trás. E, quanto mais perto de mim, me seguindo, mais leves vocês se sentirão. A carga que estava sobre vocês era verdadeiramente difícil e abatia o ânimo de vocês. Caminhando um pouco mais, vocês verão que já estão mais leves, mas não parem aí. Sigam-me mais um pouco, então, vocês se sentirão tão leves e dirão: agora nós sabemos que andando com Jesus tudo é possível, até sermos perfeitos como o nosso Pai celeste é”.

Nos versículos anteriores a essa proposição que Jesus nos faz, a de sermos perfeitos, nós nos deparamos com um ensino que Ele nos deixou. Nesse ensino ele recorda uma lei que o seu Pai deu ao povo de Israel, no passado. Lei que diz: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Nas mãos dos fariseus, essa lei, pouco a pouco, foi perdendo a sua formosa cor original, tornando-se tão escura ao ponto de ser ensinada de outra forma: “Olho por olho, dente por dente”. Jesus tomou a antiga lei, lhe restaurou totalmente a sua cor original, e nos ofereceu, para que a tenhamos enraizada em nós, pois sem ela, jamais podemos ser o que  o nosso Senhor nos requer: “sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste”.

 

                                                                                              Erasmo Vurlod Ungaretti


Tags: ,

[/one_half]

Agenda 2017

Entre em Contato

Nos reunimos todos os domingos, 18 horas na rua Mali, 255, Vila Ipiranga, Porto Alegre.

E-mail: secretaria@igrejaempoa.com.br ou igrejapoasecretaria@gmail.com

Telefones:

3398-3285

3398-3284